Automação de Marketing: Email Marketing

 In Marketing Digital

Você já parou para pensar quantos email marketing você recebe por dia? Por semana? Por mês? É bem provável que você não saiba a resposta para essa pergunta, afinal, todos os dias somos bombardeados com mensagens oferecendo produtos e serviços, anunciando ofertas exclusivas, etc. O problema é que muitas vezes as mensagens que recebemos não nos interessam: oferecem algo que não precisamos (ou que já compramos), são enviadas com uma frequência muito alta, o que as tornam indesejadas, entre diversas outras razões que fazem com que os esforços do time de marketing por trás delas sejam ineficazes.

Recentemente, falamos aqui no blog sobre automação de marketing e como ela pode ajudar na otimização de processos de geração e nutrição de leads até a transformação do lead em um cliente. Uma das táticas mais usadas na automação de marketing é o email marketing, mas, infelizmente, ele muitas vezes é usado de uma maneira que não traz os resultados esperados pela empresa. No artigo de hoje iremos explorar mais a fundo a automação no email marketing, como utilizá-lo de forma a não cair nos problemas acima e sua importância dentro de um plano de marketing digital eficaz.

A importância do Email Marketing

No marketing digital, a comunicação entre a empresa e o potencial cliente é fundamental para transformá-lo em um lead e, consequentemente, em uma venda. Durante toda a jornada de compra, se fazer presente e estar na lembrança do prospect, lead ou até mesmo de quem já é um cliente pode ser a chave para a conversão ou para uma nova compra. Uma das maneiras mais eficazes de fazer isso é justamente através do email marketing, que pode ser a ferramenta para guiar o potencial cliente até a ação que você quer que ele faça. De acordo com o estudo  da Software Advice, 97% das empresas do segmento B2B utilizam tecnologias de email marketing em sua estratégia digital.

Mas, como dissemos no início do artigo, o problema muitas vezes está na forma como o email marketing é usado pelas empresas: ofertas que não interessam ou que não se encaixam no momento do lead no funil de vendas, frequência indesejada de envios (seja essa frequência muito alta, ou também muito baixa), ausência de forma de ‘descadastro’ e mailings desatualizados são só alguns dos problemas que vemos por aí. No entanto, se usado de maneira correta, o email marketing pode ser o elemento central da automação de marketing, uma vez que permite que mensagens personalizadas sejam enviadas automaticamente em um momento considerado mais indicado, aumentando as chances de conversão do lead em um cliente.

Confira abaixo alguns dos principais benefícios de usar a automação de email marketing na sua estratégia digital:

  • Ajuda a aumentar vendas e receita: automação de email marketing permite nutrir leads que ainda não estão prontos para a compra, tornando o funil de vendas mais eficiente – uma vez que o lead passa de uma fase para outra mais rapidamente. Além disso, leads que foram nutridos geram vendas 47% maiores do que aqueles que não foram, segundo dados do The Annuitas Group.
  • Diminui o custo de aquisição: o custo de aquisição por cliente cai com a automação de email marketing, pois uma grande parte da nutrição do lead é feita de forma automática, o que representa menos trabalho recorrente para o time de marketing. Outro motivo para essa queda no custo de aquisição se dá pelo fato da equipe de vendas receber leads mais preparados para a compra.
  • Melhora retenção: leads mais preparados, que foram bem informados durante toda a jornada de compra, são mais propensos a ter sucesso com o produto ou serviço adquirido. Além disso, com automação de email marketing, após a primeira venda, o trabalho de pós-venda pode ser feito de forma automática, fazendo com que o cliente tenha a atenção necessária e continue se relacionando com a empresa.

Automação de Email Marketing: como começar?

Para ajudar na implementação de uma estratégia de email marketing em sua empresa, preparamos um passo a passo simples para quem quer começar a usar a automação de marketing:

  1. Sequências de apresentação: um potencial cliente se cadastrou na sua lista de email. O que fazer a partir daí? Apresente-se! Crie uma sequência de mensagens para começar um relacionamento com esse prospect, apresente sua empresa, diga o que ele pode esperar agora que ingressou nessa lista, quem é você, seus produtos e serviços, etc.
  2. Funil de vendas: use um funil de vendas automatizado em suas campanhas de email marketing. Isso vai ajudar você a guiar o seu prospect pela jornada de compra. Uma vez que você despertou o interesse do potencial cliente, planeje uma sequência de emails. Aqui você deverá fazer ajustes de acordo com o perfil do prospect, do que você está vendendo e outros fatores, mas, de forma geral, você deve apresentar seu produto ou serviço, motivos para comprá-lo ou contratá-lo, responder as principais dúvidas e, caso necessário, oferecer alguma vantagem para a pessoa.
  3. Follow-up: acompanhe o que seus seguidores, visitantes, leitores fazem em seu site, suas redes sociais e demais canais. Email marketing de follow-up é uma ótima forma de se relacionar com seus prospects e incentivá-los a uma compra.

O email marketing é uma forma eficiente e com custo muito atrativo para cultivar relações entre a sua empresa e seus potenciais clientes. Com o automação do email, desde que feita de forma correta, você não só economiza tempo, mas também otimiza a forma de se relacionar com o mercado e com seus clientes. O resultado? Mais negócios!

Quer saber mais sobre automação de marketing e como usá-la em sua empresa? Fale com um dos nossos consultores!

Recent Posts

Leave a Comment

Start typing and press Enter to search